Notícias

Cesta básica de Porto Alegre tem queda de 3,69% em junho, mas segue sendo a mais cara do Brasil

Apesar de ter registrado uma queda de 3,69% em junho, passando de R$ 460,65 em maio de 2017 para os atuais R$ 443,66, a cesta básica de Porto Alegre segue sendo a mais cara do país. Os dados foram divulgados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos Escritório (Dieese) nesta quinta-feira (6).

Cesta básica de Porto Alegre é a mais cara do país em junho de 2017, aponta pesquisa (Foto: Dieese/Divulgação)

No ano, o preço da cesta caiu 3,35% e em 12 meses a retração é de 4,60%. Atrás da capital gaúcha, os valores mais elevados foram verificados em São Paulo (R$ 441,61), Florianópolis (R$ 432,40) e Rio de Janeiro (R$ 420,35).

Na avaliação mensal, dos 13 produtos que compõem o conjunto de gêneros alimentícios essenciais previstos, seis baixaram de preço: o tomate, com a queda mais significativa, de 19,49%, a banana (-8,97%), a batata (-2,53%), a farinha de trigo (-2,27%), o arroz (-1,80%) e a carne (-1,07%).

Em contrapartida, porém, seis itens ficaram mais caros: o feijão (1,64%), a manteiga (0,75%), o café (0,53%), o açúcar (0,36%), o óleo de soja (0,30%) e o pão (0,12%).

A pesquisa aponta ainda que o leite foi o único produto a não sofrer alteração de preço em junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *