Redação Onde.ir

Conheça os curtas gaúchos vencedores do 45º Festival de Cinema de Gramado

SECUNDAS.JPG

O documentário “Secundas”, do diretor Cacá Nazário, que retrata o movimento de ocupações escolares ocorrido no Rio Grande do Sul, em 2016, foi escolhido o melhor filme da mostra de curtas-metragens gaúchos na noite deste domingo, 20 de agosto, no 45º Festival de Cinema de Gramado.

A premiação, entregue pela Assembleia Legislativa, destacou ainda realizadores em outras 12 categorias, distribuindo um total de 45 mil reais em dinheiro.

“Secundas” recebeu também o prêmio Cia Rio no valor de oito mil reais em locações de equipamentos da Naymar.
Na noite de domingo também foram conhecidos os vencedores do Prêmio Aquisição da TVE (“Gestos”, de Alberto Goldim e Júlia Cazarré) e o Prêmio do Júri da Crítica (“Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha), além de duas menções honrosas.

Premiação Mostra Assembleia Legislativa de Curtas Gaúchos – Foto final com os premiados da noite (Crédito: Diego Vara / Pressphoto)

PREMIADOS

  • Troféu Assembleia Legislativa
  • Melhor filme: “Secundas”, de Cacá Nazario
  • Melhor direção: Emiliano Cunha por “Sob Águas Claras e Inocentes”
  • Melhor ator: João Pedro Prates em “1947”
  • Melhor atriz: Mariana Yomared em “Yomared”
  • Melhor roteiro: Gabriel Honzik por “Temporal”
  • Melhor fotografia: Carine Wallauer por “Temporal”
  • Melhor direção de arte: Eduardo Reis por “Solito”
  • Melhor música: Mariana Yomared e Banda da Convenção de Malabares de Florianópolis em “Yomared”
  • Melhor montagem: Lufe Bollini em “Yomared”
  • Melhor edição de som: Ivan Lemos e Thiago Gautério por “Temporal”
  • Melhor produtor (produtor-executivo): Ausang, Davi De Oliveira Pinheiro, Emiliano Cunha e Pedro Guindani por “Sob Águas Claras e Inocentes”
  • Menção honrosa: ao elenco do filme “Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha

Prêmio Aquisição TVE

  • Vencedor: “Gestos”, de Alberto Goldim e Júlia Cazarré
  • Menção honrosa: “Sena, o fio em prosa” de Marcelo da Rosa Costa e Cacá Sena
  • Prêmio do Júri da Crítica: “Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *