Notícias

Diminui para seis os locais impróprios para banho no Rio Grande do Sul

O número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul diminuiu de oito para seis nesta semana. O boletim foi divulgado na manhã desta sexta-feira (12) pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Em comparação à semana passada, voltaram a ter condições de banho o Balneário Pedro Osório, de Pedro Osório; e a Praia das Ondinas, de São Lourenço do Sul.

Seguem sem condições o Balneário Poço das Pedras, em São Francisco de Assis; a Praia de Passo Real, em Dom Pedrito; a Lagoa dos Barros, em Santo Antônio da Patrulha; a Praia Recanto das Mulatas, em Barra do Ribeiro; o Balneário Rebelo e a Praia do Pinvest; ambos em Tapes. Todos os pontos impróprios estão localizados em águas interiores.

Neste verão, a Fepam está monitorando 79 balneários de 40 municípios do Litoral Norte, Médio e Sul e das Regiões Hidrográficas do Guaíba e do Uruguai. O Projeto Balneabilidade 2017/2018 terá duração de 12 semanas.

Em dezembro passado a Fepam lançou o site e o aplicativo do Projeto Balneabilidade, com informações sobre a qualidade das águas em balneários gaúchos, as condições de segurança para banho e a previsão do tempo. Pela ferramenta é possível visualizar se as águas estão próprias ou impróprias. O serviço pode ser acessado pelo computador ou no modo web app, não sendo necessário fazer download em lojas de aplicativos.

Segundo o relatório da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) desta sexta-feira, todos os pontos estão próprios para banho no Lami e em Belém Novo.

Os resultados são baseados nas últimas cinco análises realizadas pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae).

Confira os pontos analisados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *