Notícias

Incidência de roubos de veículos influencia no preço do seguro em Porto Alegre

Moradores de áreas com alta incidência de roubos de veículos em Porto Alegre pagam mais caro pelo seguro do automóvel. A variação pode chegar a R$ 800, de acordo com o Sindicato das Empresas de Seguros Privados do Rio Grande do Sul (Sindaergs).

Na Zona Norte de Porto Alegre, o valor médio do seguro de um carro 0km na faixa de R$ 40 mil é R$ 2,4 mil. No Centro da cidade, o serviço para o mesmo veículo sai R$ 1,9 mil, e na Zona Sul, R$ 1,6 mil. As diferenças se repetem em outras regiões do estado.

“Aqui em Porto Alegre e na região o roubo pesa muito, pode pesar 50%, 60% do preço do seguro. Mas se você pega uma região como Santa Cruz, Santa Maria, que o roubo é praticamente zero, o roubo não pesa nada”, diz o diretor do Sindergs Giovani de Souza.

De acordo com dados divulgados nesta semana pelo governo estadual, quase 3 mil veículos foram roubados nos dois primeiros meses do ano no estado. Outros 2,4 mil automóveis foram furtados. A cada dia, são registrados em média 92 roubos.

Além da criminalidade, outros fatores também contribuem na formação do preço, como a marca, o modelo do veículo, o ano e a região onde mais circula. Condutor mais jovem e do sexo masculino paga seguro mais caro. Já a as mulheres arcam com menos, porque são consideradas mais cuidadosas na condução e conservação.

O motorista de aplicativo Jackes Nunes conta que, no mês passado, fez o seguro do carro que usa para trabalhar e foi surpreendido com o valor cobrado, R$ 2,7 mil. “O valor do seguro é 10 vezes R$ 271, o que cobre é vidros, contra furto e incêndio”, diz Nunes.

Os donos de veículos, que já tem tantos gastos como gasolina e IPVA, sentem cada vez mais no bolso os custos da violência. A situação desanima o cabeleireiro Matheus Roldan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *