Uncategorized

Nova onda de frio toma conta da região Sul do Brasil a partir deste sábado (02)

Uma nova onda de frio a partir deste sábado (02) deve derrubar as temperaturas no Sul do Brasil, inclusive com possibilidade de geadas em algumas localidades dos três estados da região. Ao longo dos próximos dias, o sistema avança para outras regiões do país.

“O processo de formação de uma nova massa de ar de origem polar sobre o Sul do Brasil provocará condições de frio extremo nos três estados da região, com formação de geadas esse sistema avançará pelo Sudeste, parte do Centro-Oeste”, disse o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Segundo Morgana Almeida, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet, esse sistema não será tão forte como o último, mas novas geadas podem ocorrer. Nas últimas semanas lavouras do Sul do país e de áreas do Sudeste foram afetadas com o frio, ainda que com prejuízos isolados.

“A chance de geada na região Sul ocorre em quase todo o estado do Rio Grande do Sul já a partir do domingo (03) e em Santa Catarina apenas no Planalto Norte. Enquanto que no Paraná essa condição fica restrita ao Sul do estado e apenas como uma possibilidade”, disse a meteorologista em entrevista ao Notícias Agrícolas.

Conforme mostra o modelo Cosmo, o frio avançará bastante pelo país nos próximos dias e atingirá, inclusive, os estados de Rondônia e do Acre, segundo previsões do órgão brasileiro de meteorologia. Nesses dois estados, podem ocorrer um fenômeno caracterizado como friagem no decorrer dos dias.

A população da Região Sul deve ter atenção na segunda-feira. O tempo volta a ficar instável e há previsão de chuva para a todos os estados. Uma novo ciclone extratropical deve se formar sobre o Sul do Brasil no começo da próxima semana.

Os modelos numéricos de previsão do tempo do Inmet indicam que a massa de ar frio irá atuar pelo menos até o dia 07 ou 08 de junho.

“O amanhecer do 06 de junho de 2018, será de muito frio na Região Sul, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Sul de Minas Gerais. Outro destaque é a intensificação dos ventos (ventos de rajada de 80 a 90 Km/h) no litoral das Regiões Sul e Sudeste do país, devido à influência de um ciclone extratropical que vai se formar sobre o Oceano Atlântico”, informou instituto em nota.

Fonte: Notícias Agrícolas | Climatempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *