Notícias

Operação policial flagra furto de energia em templo investigado por ritual satânico no RS

Ainda de acordo com a delegada, não havia ninguém no templo no momento em que a polícia chegou para verificar a situação do local.

“Já tínhamos a operação programada. Estamos desde ontem [quinta-feira, 11] trabalhando com a RGE [Rio Grande Energia] em fiscalizações”, destaca Marina.

Até por volta das 10h45, esse havia sido o único imóvel flagrado por furto qualificado de energia na operação realizada no bairro Morungava.

A ação, chamada de Blecaute, é coordenada pela Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio de Serviços Delegados (DRCP) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), em Porto Alegre.

A pena para o crime de furto de energia é de dois a oito anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *