Redação Onde.ir

Arika Messa é a vencedora do Concurso Melhor Chef da Região das Hortênsias

Final da competição aconteceu nessa sexta-feira, 02 de outubro, na escola SENAC Gramado

Com um prato que contemplou aromas e sabores da colônia, a chef Arika Messa foi a grande vencedora do Concurso Melhor Chef da Região das Hortênsias. Promovido pelo 12º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado, em parceria com o SENAC Gramado, a competição teve a sua disputa final realizada na manhã dessa sexta-feira, dia 02 de outubro. Dentro da proposta “Do produtor à mesa: valorizando a economia local”, os finalistas executaram para os jurados receitas criadas com insumos de famílias da agroindústria local.

Formada em Gastronomia, Arika ganhou a competição com a receita Texturas de Cenoura e Porco Moura – com Porco prensado ao molho Rôti, mousseline de cenoura com laranja, picles de cenouras, cenoura baby laqueada, cenoura tostada e pó de Cogumelo porcini. A chef já trabalhou no Grupo Press Café e no SENAC. Em 2015, participou do reality show The Taste Brasil, do canal GNT. Nos últimos anos, atuou no Grupo Casa Hotéis, onde implantou o Restaurante Alma RS, no Parador Casa da Montanha, em Cambará do Sul. Atualmente, é chef e sócia do Beta Food POA e da empresa Arika Messa Gastronomia, na Serra Gaúcha.

Prato da Chef Arika Messa (Porco prensado). Foto: Cleiton Thiele/SerraPress

Para garantir a segurança de todos, a competição ocorreu na escola do SENAC Gramado, atendendo às medidas de prevenção à Covid-19. Os cozinheiros executaram os pratos, com todos os protocolos de segurança, para um júri técnico formado pelos chefs Bruno Ivanoff (Senac Porto Alegre), Rodrigo Mylius, da UCS (Campus Hortênsias) e Mônica Noel Boff, chef representante da Oxford, patrocinadora do Festival.

02_10_2020_12Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado_Final do Concurso SENAC de Melhor Chef – Chef Arika Messa com Porco prensado. Foto Cleiton Thiele/SerraPress

Foram considerados quesitos como relação com o tema, apresentação do produtor escolhido, grau de dificuldade, criatividade, originalidade e avaliação sensorial por meio da Caixa Sensorial Olfativa, um projeto-piloto para inclusão de cegos, surdocegos e deficientes de baixa visão da Semearhis, startup de Impacto Social especializada na inclusão das PcD (Pessoa com Deficiência). Os pratos dos finalistas foram inseridos na caixa e os jurados vendados, ouviram a narração sobre o prato, textura e ingredientes e sentiram o cheiro, com a colaboração de Aline Lazzari, gestora de qualidade da Semeahris.

A chef Bruna Gotardo ficou em segundo lugar apresentando um tortelone de massa verde feita com urtigão, recheio de linguiça defumada com a cremosidade e acidez do queijo de cabra, servido com molho de nata e demi glace, acompanhado de: crocante de linguiça e mel defumado e finalizado com beterraba fermentada em pó e brotos.

Já o chef Jesley Agostinho, terceiro colocado, preparou uma costela de porco refogada no óleo de coco babaçu e um toque de gremolata, purê de batata roxa, farofa de pão e pinhão e molho de jabuticaba.

Todos os finalistas ganharam um conjunto de panelas de cerâmica da Oxford e o primeiro lugar recebeu o troféu Concha de Cristal, produzido pela Cristais de Gramado, colaboradora do Festival.

O Concurso Melhor Chef faz parte da programação do 12º Festival de Cultura e Gastronomia, que até o dia 12 de outubro, apresenta pratos especiais em restaurantes da cidade, atrações culturais e oficinas gastronômicas online.