Redação Onde.ir

Como foi o primeiro fim de semana do Gramado In Concert

Com o acontecimento do V Gramado in Concert, Gramado tem tido uma trilha sonora de altíssima qualidade para os turistas e a comunidade da cidade. A Sociedade Recreio Gramadense lotou para a Cerimônia de Abertura na sexta-feira (1º) e a Orquestra Sinfônica de Gramado apresentou um repertório variado formado por clássicos de Vivaldi, Villa-Lobos, Tchaikovsky, Tom Jobim e até o tema de Star Wars, entre outros. Destaque para a participação de músicos convidados como Florencia Fogliati (fagote), Daniel Wolf (violão), Carla Maffioletti (canto), Lucas Ferreira (clarinete), Flavio Gabriel (trompete), György Gyivicsan (trombone) e Olinda Allessandrini (piano).

Antes, discursos emocionados do prefeito João Alfredo “Fedoca” Bertolucci, do secretário da cultura – e criador da Orquestra – Allan John Lino, além de uma homenagem a Rosa Helena Volk, ex-secretária de turismo que recebeu o evento de braços abertos em suas primeiras edições. O prefeito, aliás, ressaltou “a audácia gramadense de contar com uma orquestra sinfônica completa”. Segundo Fedoca, um dos patrimônios da cidade. O secretário de cultura, Allan John Lino, salientou a importância do evento e da orquestra para Gramado. Segundo Allan, “a cultura não tem custo. Cultura é investimento.”

Na sequência, o sábado começou animado com o saxofone solo de Gabriel Boelter, às margens do Lago Negro. Na Rua Coberta, o Quarteto Barroco apresentava o Festival Telemann com réplicas de instrumentos do século XVIII, seguido do paulistano Quarteto D’América e do Tutti Choir Brasília. Na Praça das Etnias, a trilha foi do Quarteto de Metais OSG, formado pelo naipe de metais da Orquestra Sinfônica de Gramado. E no Recreio Gramadense, a Orquestra de Cordas da UFMG, encerrou o dia com pompa e circunstância apresentando “As Quatro Estações”, de Vivaldi, com solos de Edson Queiroz e Adonhiran Reis.

O domingo chuvoso marcou a semifinal do Concurso Jovens Solistas em meio a uma intensa programação do evento. A Rua Coberta contou com apresentação da Orquestra de Cordas da UFMG e do Trio Madeiras OSG, um dos grupos de câmara da Orquestra Sinfônica de Gramado, formado por oboé, clarinete e fagote. O Quarteto D’América fez a festa no Instituto Santíssima Trindade, levando um pouco de música e atenção para crianças e idosos do lar mantido pela Associação Evangélica Luterana de Beneficência, vinculado à Igreja Evangélica Luterana do Brasil. E o Quinteto Anta Perú, um dos vencedores do edital de música de câmara realizado pelo Gramado In Concert, marcou a estreia do evento no Wish Serrano.

Finalizando o dia em grande estilo, o Quarteto Carlos Gomes, considerado um dos melhores grupos de câmara brasileiros, apresentou no Recreio Gramadense obras de A. Nepomuceno, R. Schumann e C. Debussy.

 

Fotos: Rafael Cavalli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *