Redação Onde.ir

Festival de Gastronomia de Gramado começa nesta quinta

Comer e beber bem, aprender ou aprimorar conhecimentos e curtir boa música são as regras para os próximos 18 dias na Serra Gaúcha. Inicia amanhã, 5 de setembro, o 11º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado. O evento, que este ano ganhou uma semana extra, terá mais de 90 horas de atrações culturais e mais de 60 oficinas gastronômicas com chefs nacionais e internacionais, além dos já tradicionais Festins, jantares harmonizados elaborados por chefs do país homenageado, que este ano será o Chile. 


A abertura oficial acontece nesta quinta às 18h, na Rua Pedro Benetti, com a presença de autoridades de Gramado, convidados do Chile, imprensa e representantes das duas entidades organizadoras do evento: Gramadotur e Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) – Hortênsias.

Já no primeiro dia é possível conferir dois shows no palco instalado na Rua Pedro Benetti: a Banda Bells Rock  às 19h30 e em seguida, a banda Sikuris às 20h30. O endereço é o mesmo onde ficam as bancas com as comidas de rua e, também, as cervejas e vinhos. A gastronomia chilena inspirou a criação de mais de 20 opções de pratos doces e salgados que serão apresentados e vendidos a preço único. Professor de gastronomia do INACAP (Universidad Tecnológica de Chile Instituto Professional Centro de Formación Tecnica), César Torres foi o responsável por auxiliar os chefs e restaurantes participantes a criarem receitas que representassem a gastronomia chilena orientando na escolha de ingredientes e nos preparos, garantindo a identidade dos pratos. Vegetarianos e veganos contam com oito opções sem carne e uma opção livre de produtos de origem animal. Os valores das porções são de R$ 30 para salgados e R$ 20 para os doces – confira a lista completa abaixo. 

As bancas de comida de rua irão funcionar diariamente às sextas e sábados das 11h30 às 23h e de domingo a quinta das 11h30 às 22h30. 

Confira os restaurantes e pratos da comida de rua:

Josephina – Tortilla de vazio, merken, abacate e sour cream
Colosseo – Sanduíche de salmão (opção vegetariana)
Il Piacere – Pizza chilena – mozarela, cebola, pimentão, azeitonas, bacon, calabresa e catupiry (opção vegetariana)
Bistrot Pastasciutta – Lomito abierto com palta e sopaipillas – iscas de carne grelhadas com cebola, pimentão, tomate e temperos chilenos, abacate e sopaipillas fritas (opção vegetariana)
Nonno Mio – Sanduíche composto por pimenta verde picada, fatias de carne suína e bovina, vagem verde e tomate picado
Belle Vitrine – Risoto filé com funghi regado ao coentro (opção vegetariana)
Malbec – Cordeiro Austral – cordeiro lasqueado acompanhado de nhoque de batata doce e gremolata
Casa Di Pietro – Risoto de salmão com crisps de alho poró (opção vegetariana)
Filó Gourmet – Empanadas chilenas – empanadas de carne e camarão acompanhadas de vinagrete e maionese de páprica picante
Confeitaria Zuckerhaus – Folhado especial recheado com doce de leite Viçosa e crocante de nozes chilenas
Nonno Mio Fast Gourmet – Hambúrguer com maionese de merken e chips de tubérculos
Boreal – Torta chupe de camarão
San Tao – Salmão grelhado acompanhado de salsa de abacate e chips de batata doce (opção vegana)
Vittobella – Alfajor ao forno com cobertura de doce de leite, calda de mirtilo e vinho cabernet sauvignon
Cantina Pastasciutta – Chacarero sanduíche de cordeiro com queijo derretido – lascas de cordeiro grelhado ao seu molho, alface, tomate fatiado, pimentão verde, vagem com queijo derretido e orégano (opção vegetariana)
Casa Aveiro – Empanada de bacalhau
Esperienza Bistrot – Bolinhos Chilenas – coxinhas de massa de milho com frango e catupiry, acompanhada de molho de frutas vermelhas com redução de vinho chileno e maionese defumada com coentro (opção vegetariana)
Casa da Madre Gourmet – Batata frita crickle, cebola na manteiga, calabresa defumada, isca de entrecot, isca de frango e ovo frito
White Fly – Calugas de pescado com papas
Rasen Platz – Purê picante com porco desfiado e geléia de pimenta
Divino – Salmão ao forno, mousseline de milho e brócolis

Foto: Laís Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *