Redação Onde.ir

Gramado In Concert teve maior público nesta edição

A Orquestra Sinfônica A realizou no sábado passado o Grande Concerto de encerramento do V Gramado in Concert – Festival Internacional de Música, lotando o salão principal do Expogramado. A presença turística e o aumento do público, aliás, foram visíveis ao longo dos nove dias do evento nos diversos locais que contaram com as apresentações de música erudita. A programação pôde ser apreciada gratuitamente em alguns dos principais pontos turísticos de Gramado como a Rua Coberta, Sociedade Recreio Gramadense, Lago Negro, Praça das Etnias, Centro Municipal de Cultura, Wish Serrano e Hotel Serrazul, além de apresentações especiais no Instituto Santíssima Trindade e Hospital São Miguel. Vale lembrar que o evento contou com transmissão ao vivo das principais atrações e obteve mais de 22 mil visualizações na fanpage.

No cerimonial a importância do Gramado in Concert foi exaltada pelo prefeito de Gramado, João Alfredo “Fedoca” Bertolucci que também ressaltou o valor da cultura e da Orquestra para a cidade. “Cultura é saúde”, foi o recado dado às cobranças de investimento na saúde em detrimento do evento. O tema também foi abordado pelo Maestro Linus, que enfatizou que “fica mais caro no futuro quando não há investimento na cultura”. O secretário da cultura, Allan John Lino, desejou vida longa ao Gramado in Concert, salientando a dificuldade de dar prosseguimento à iniciativa e o processo, árduo, longo mas satisfatório que envolve a realização do evento. Allan também comandou uma homenagem da Secretaria da Cultura e da prefeitura ao trabalho dos maestros Linus Lerner e Leandro Serafim em prol do Gramado in Concert seguida de outra, dos maestros em agradecimento ao prefeito.

Na sequência, sob a regência do Maestro Linus Lerner, cerca de 800 pessoas puderam conferir um programa especialmente selecionado para a noite e apresentado por 90 alunos do festival que integraram a orquestra. E em apenas seis dias participando de oficinas de capacitação – sem nunca haver tocado juntos antes! – os músicos atingiram um nível de excelência que muitas orquestras no país não têm, ressaltou o Maestro. O Grande Concerto iniciou com trechos de “Carmen” de Bizet, seguida da estreia da obra “Soteropolitana”, vencedora do IV Concurso de Composição e entrega do Troféu Cosmos ao autor, Luã Almeida. Dando prosseguimento, obras de compositores franceses como Camille Saint-Saëns e Jean-Phillipe Vanbeselaere com a participação especial, respectivamente, dos solistas Edwin Soo Kim (violino) e o inusitado solo de tuba do francês Thomas Leleu. O gran finale veio com a “Sinfonia Fantástica” de Berlioz, marcando também os 150 anos da morte do compositor.

O V Gramado in Concert reuniu cerca de 300 alunos do Brasil e de países como Argentina, Uruguai, França e Peru e 29 professores – mais três pianistas acompanhadores – de renome nacional e internacional, como solistas, músicos de grandes orquestras e professores universitários, que participaram de 19 modalidades de oficinas e cinco práticas de grupo. De 1º a 9 de fevereiro foram mais de 40 atividades, como concursos de composição erudita e de jovens solistas, recitais de grupos de câmara, apresentações de artistas locais, recitais de alunos e professores, além de concertos de orquestras.

Realizado pela Secretaria da Cultura de Gramado, o V Gramado in Concert – Festival Internacional de Música, teve a frente o secretário Allan John Lino, criador da Orquestra Sinfônica de Gramado e diretor geral do evento nas quatro primeiras edições. A direção artística ficou a cargo do Maestro Linus Lerner, a coordenação artística do Maestro Leandro Libardi Serafim e a Coordenação de Produção, de Viviane Soares da Bis Gestão Cultural.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *