Redação Onde.ir

NOTA OFICIAL sobre trabalhadores infectados com COVID-19

A Rio Verde Engenharia, responsável pela construção do Golden Resort Gramado, informa que desde o início da pandemia do novo coronavírus adotou a rotina diária de monitoramento e realização de testagem de cada trabalhador antes do acesso as suas obras, fazendo exames em todos os funcionários que chegavam de viagem.
Os testes realizados comprovam que a empresa realmente está preocupada com a pandemia. O que fica evidente por ser a única de Gramado e Canela a testar seus funcionários que chegavam de outras cidades, mesmo que sejam de municípios vizinhos. Cabe salientar que dos 73 testes feitos pela rede privada em Gramado, 50 foram feitos nos colaboradores da Rio Verde, da empresa GM e de seus parceiros. Além das testagens, a empresa tem trabalhado na conscientização e obrigatoriedade da utilização dos itens de proteção, seguindo rigidamente todas as regras sanitárias. Com isso, está gerando importantes resultados na identificação de casos assintomáticos, testados positivos para a Covid-19.

OS CASOS POSITIVOS

Na quarta-feira, 13 de maio, foram feitas testagens em nove trabalhadores. Três casos de contágio foram identificados e imediatamente postos em quarentena, seguindo todas as orientações da Vigilância em Saúde do Município e da OMS. O motorista da empreiteira contratada, que saiu de Gramado no dia 10 e retornou no dia 12 de maio, fez teste no dia 13. Os exames indicam que estava infectado há mais de sete dias. Ou seja, provavelmente deve ter saído de Gramado contaminado pelo coronavírus. Nos outros dois casos, um testou curado e um indeterminado.
Na quinta-feira, 14 de maio, mais dois testes deram positivo: um curado e um ativo. Nenhum deles importado. Já na sexta-feira, 15 de maio, outros dois testes deram positivo. Ambos curados e não importados. É importante salientar que, apesar de as prefeituras tratarem os casos como importados, são de moradores da região, fixados já há um bom tempo.
Não procede a informação de que a canelense que testou positivo, na última sexta-feira (15), trabalhava na obra. Ela não tinha absolutamente nenhuma relação trabalhista com a empresa. Nunca esteve no canteiro de obras.
A empresa reforça que está contribuindo com todas as informações necessárias e tem atuado para proteger seus funcionários. Na terça-feira, 12 de maio, ao ser informado que os funcionários estavam vindo de São Paulo, o técnico de segurança da empresa encaminhou os trabalhadores para testagem e, imediatamente após o resultado, determinou a saída de todos os trabalhadores da GM do canteiro de obras para que cumprissem o isolamento. Depois da interdição da obra, que ocorreu na sexta-feira, 15 de maio, todas as informações solicitadas foram respondidas na tarde de segunda-feira, 18 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *