Buscas por pesqueiro desaparecido são retomadas com baixa visibilidade na costa de Rio Grande

As buscas pelo pesqueiro desaparecido na costa de Rio Grande, no Sul do Rio Grande do Sul, foram retomadas na manhã deste domingo (13). No entanto, a visibilidade é prejudicada pela chuva e nebulosidade.

"Foram retomadas as buscas com o navio Patrulha e com equipes por terra, entre a praia de Moles da Barra e o Farol do Albardão, onde fuzileiros navais buscam por algo que possa aparecer", conta comandante da Marinha, Jaira Ruas.

Ela afirma, no entanto que a visibilidade está muito prejudicada, e o mau tempo impede que aeronaves possam ajudar nas buscas. "Elas cobrem uma área maior e se locomovem com maior rapidez", afirma.

O aviso do desaparecimento foi feito por tripulantes de um outro barco que navegava próximo e que perdeu a embarcação de vista, ainda durante a madrugada. Sete tripulantes estariam no pesqueiro desaparecido, e nenhum deles foi encontrados.

Ainda de acordo com a Marinha, a embarcação tem inscrição em Laguna, Santa Catarina. O barco desaparecido teria sido visto pela última vez a 15 quilômetros da Costa. O aviso foi espalhado via rádio na região.

A Marinha informa que desde quarta-feira (9) havia alerta de mau tempo e ressaca nas imediações da costa gaúcha. Apesar de não ter informações específicas sobre as causas do desaparecimento, a corporação afirma que a embarcação sofreu alguma consequência dos fenômenos que eram previstos.

Copyright

© G1 - Globo

'Perdi hoje um parceiro de uma vida', diz Dilma em...
Ônibus com equipe de futsal feminino tomba e deixa...