O que fazer em Gramado com pouco dinheiro?

piggy-bank-2889046_1920

Sabemos que os últimos tempos podem estar sendo difíceis financeiramente, mas se mesmo assim você não desistiu da tão sonhada viagem para Gramado vamos te dar uma ajudinha e te contar os programas grátis (ou baratinhos) que você pode fazer por aqui, e ainda te mostrar os essenciais para gastar aquele dinheirinho reservado para as férias!

 

Pórtico (Entrada via Nova Petrópolis)

Localizado na entrada de Gramado, sua construção é em estilo bávaro, visando dar boas vindas aos visitantes. Foi inaugurado em 6 de janeiro de 1973, além de ser uma bela construção, possui jardins bem cuidados e floridos, encantando os visitantes que sempre procuram, através da fotografia, obter uma lembrança de Gramado.

 

Pórtico (Entrada via Taquara)

Localizado na entrada da cidade via Taquara, em estilo normando e inaugurado em 8 de junho de 1991. É uma homenagem à colonização alemã.

Belvedere (Vale do Quilombo)

Paisagem que se descortina diante dos olhos do expectador, mostrando o quanto Gramado é privilegiada e dotada pela natureza. Ali, os 850m de altitude parecem uma obra de arte.

 

Alemanha Encantada

Inspirado nos contos dos Irmãos Grimm, o parque Alemanha Encantada retrata através de cenários, arquitetura e esculturas as histórias que um dia habitaram a imaginação e os sonhos de crianças e adultos. Na torre, de 19,5 metros de altura, onde a Rapunzel espera seu príncipe encantado, pode-se ter uma vista inédita e privilegiada do Lago Negro, principal ponto turístico da cidade. Complementando os cenários está o Biergarten, local de confraternização e alegria, onde pode-se apreciar chopes importados e nacionais, além de pratos típicos da culinária Alemã. O acesso ao parque é gratuito, mas a subida na torre é paga. Cabe a você decidir!

 

Fonte do amor eterno

Localizada no Boulevard São Pedro, na Av. Borges de Medeiros, 2659, ao lado da Igreja Matriz São Pedro, a fonte já chamava a atenção dos visitantes que passeavam pelo local. No entanto, em uma ação do projeto Gramado Amado, que prevê outras ações culturais e de marketing, a fonte transformou-se em algo especial, com a cara de Gramado. Na grade de metal que cerca a fonte, os casais podem colocar um cadeado, com seus nomes gravados simbolizando as promessas e pedidos de amor dos casais que por lá passam. Alguns visitantes também fazem pedidos e atiram moedas. O cadeado é vendido nas lojas do Boulevard.

 

Igreja do Relógio 

Dedicada ao apóstolo Paulo, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil – IECLB foi inaugurada em 05 de fevereiro de 1961. Sua construção no alto de um morro e seu relógio fazem parte de um cenário que fica ainda mais bonito no verão, quando um tapete de hortênsias floresce ladeando a construção, que tornou-se um dos cartões postais de Gramado.

As duas principais atrações da igreja evangélica são o sino e o relógio. Seu sino foi fundido em 1826, na Alemanha. E os relógios, datados de 1964, podem ser vistos no topo da torre em suas quatro faces.

 

Igreja São Pedro

Foi construída originalmente em madeira, como capela, em 1917 e depois em pedras, em 1943. A construção levou 8 anos para ficar pronta e é uma das maiores demonstrações de religiosidade dos fiéis gramadenses. A estrutura montada em pedra basáltica bem no centro de Gramado tem vitrais sacros que causam belos efeitos luminosos, todos lembrando as passagens da vida do Apóstolo Pedro ao lado de Cristo. Sua torre tem 46 metros e inspira uma oração especial a São Pedro, padroeiro da cidade.

 

Lago Joaquina Rita Bier 

Idealizado por Leopoldo Rosenfeldt, possui 17.000m2, num espaço cercado de casas de veraneio, hotéis e araucárias com até mais de 70 anos. Foi construído a pás e picaretas. O lago é embelezado com uma pequena ilha em seu interior. Uma caminhada por suas margens é revigorante.

 

Lago Negro

Inicialmente chamava-se Vale do Bom Retiro. Após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, Lago Negro. Suas águas são profundas e de um verde escuro carregado, refletindo o alto dos pinheiros que se alternam com o colorido das azaléias no inverno e o azul das hortênsias no verão. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé. Porém a maior atração fica por conta dos pedalinhos, que dão ao lago um alegre e movimentado colorido. O passeio nos pedalinhos é pago.

 

Praça das Etnias (Casa do Colono)

É na Praça das Etnias que se localiza a Casa do Colono, onde você encontra produtos típicos produzidos no interior da cidade.

 

Praça Major Nicoletti

Inaugurada em 1936 e reinaugurada em 2003, recebeu o nome do 1º subintendente do local, responsável pela localização atual de Gramado, núcleo da sede desde 17 de janeiro de 1913. A praça compõe, com a Igreja Matriz São Pedro e o Palácio dos Festivais, um dos cenários mais característicos da cidade.

 

Rótula da Bandeiras

Situada na Praça Leopoldo Rosenfeldt, presta uma homenagem simbólica aos Estados brasileiros, através de bandeiras hasteadas no local. É onde se encontra também uma réplica do “Kikito”, o cobiçado troféu que representa o “Deus do Bom Humor”, entregue aos destaques do Festival de Cinema de Gramado.

 

Rua Coberta

Cenário de eventos e apresentações, a Rua Coberta, que liga a Av. Borges de Medeiros a Rua Garibaldi, é uma ótima alternativa em compras e gastronomia para o turista, principalmente em dias de chuva. A rua também rende lindas fotos!

Informações Adicionais

  • Gramado Inesquecível
  • Thaís Fassbinder & Gramado Inesquecível
Estação Campos de Canella - Dois anos do complexo...
Vestibular Complementar com vagas para cursos na U...

Posts Relacionados

By accepting you will be accessing a service provided by a third-party external to https://gramado.onde.ir/

Apoiadores