Redação Onde.ir

Revitalização da Estação Campos de Canella será inaugurada no dia 17 de Janeiro

Abertura terá espetáculo que mescla a história de desenvolvimento da cidade com a modernidade da nova área comercial e de entretenimento, que será aberta ao público a partir do dia 18

[themoneytizer id=23516-28]

Após o marcante retorno da locomotiva La Meuse revitalizada, em dezembro de 2018, a Estação Campos de Canella será oficialmente aberta dia 17 de janeiro, às 19h. O evento de abertura deverá reunir comunidade e autoridades da cidade e do estado. Além da cerimônia oficial de inauguração para convidados, um grande espetáculo com música e performances artísticas foi especialmente criado para marcar a data.

Com a participação de pelo menos 30 artistas, a apresentação irá mesclar a história de Canela e seu desenvolvimento a partir da chegada da linha férrea à cidade. Personagens importantes como João Corrêa, construtor da ferrovia, e Benito Urbani, curioso e empreendedor da área, serão lembrados durante a apresentação criada exclusivamente para o evento pela D’arte Multiarte, de Canela, que promete emocionar a cidade.

O complexo, uma parceria público-privada, desenvolvido pela Incorporadora Novalternativa e que ganhou a parceria e expertise do Mundo a Vaporem todas as questões referentes a trens e trilhos, transformou a antiga Estação Férrea de Canela em um novo paradouro para comunidade e turistas, com operações de gastronomia e entretenimento.

Fernando Bassani, diretor da Novalternativa, afirma que ver a concretização do projeto é uma realização como empreendedor. “A Estação Campos de Canella mexeu com um lugar muito representativo da cidade, preservá-lo e trazer a história de volta foi um desafio a mais em todo o processo”, conta ele sobre a revitalização da área da antiga Estação. “Nosso objetivo é dar à cidade um local para reunir as pessoas no centro de Canela, com boas opções de entretenimento e gastronomia”, afirma Bassani.

Restaurante Férreo, Lucca Bistrô, Velha Bruxa, SG Facas, Alpen Park, Florybal e Mundo a Vapor são as primeiras operações a funcionar no complexo(ao final serão 42) e abrem ao público já no dia 18 de janeiro. Uma segunda etapa está prevista para abril com MF Cervejas Artesanais, La Estación, Pop’s Crock e Royal Trudel. Em agosto deve ser finalizada a área central da Rua Coberta, com o espaço para apresentações culturais e artísticas. Dezembro marca a finalização de todo o complexo, com área total de 5,9 mil m², com o início das operações da Confeitaria Berola, Essenza, Gelateria Venetta, Big Land e Museu do Trem.

Responsável pelo projeto da Estação Campos de Canella, a arquiteta Gianne de Lima Poletto, revela que a equipe se preocupou muito com os detalhes da obra. “Escolhemos tudo item a item, da tinta às pedras, pisos e luminárias. Fizemos viagens para buscar fornecedores que fossem capazes de reproduzir a história que precisávamos recuperar. Prezamos pela revitalização da parte histórica, complementada com riqueza de detalhes, tudo que se espera de uma construção serrana pode ser encontrada na Estação”, conclui Gianne.

O evento de abertura está marcado para às 19h do dia 17 de janeiro e toda a comunidade está convidada a assistir o espetáculo de inauguração que inicia logo após o coquetel oficial.

 

 

Fotos: Cleiton Thiele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *